quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Contentamento



Diante da sua realidade, você se considera feliz?

Penso que a resposta - verdadeira - para esta pergunta é complexa, assim como extremamente mutável. Funciona assim com a maioria das pessoas: Algo bom acontece e nos consideramos pessoas abençoadas, iluminadas e felizes. Mas aí se na mesma semana alguma coisa desanda, já era! Passamos de criaturas sorridentes para pobres, coitados e sofredores. Não é exagero, é a realidade.

Essa variação de humor, de pensamento e de opinião acontece com qualquer um, já aconteceu comigo e não estou livre de que aconteça novamente. O ser humano age por emoção quase que a todo instante, esquecendo-se de parar e tentar compreender o que acontece. Eu vivo dizendo que nada é por acaso e vou morrer dizendo, provavelmente. Tudo o que acontece, antes de ser bom ou ruim, é NECESSÁRIO. Basta aceitar e tirar o melhor disso. Aí sim o contentamento achará espaço em nosso coração.

A minha realidade, por mais que não esteja exatamente como eu gostaria e sonho, é necessária. Existe um propósito para ser assim e eu entendi que o contentamento vem acompanhado de paz e tranquilidade. Deus é bom! Eu vejo isso muito claramente, tanto que não pude deixar de compartilhar. Hoje vou terminar com uma frase de um autor que além de desconhecido, é muito sábio:
"O segredo do contentamento é você perceber que tem mais do que a maioria tem e muito mais do que merece."
 
 

6 comentários:

  1. Eu tenho mais a agradecer, do que a pedir,

    Eu sou feliz!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Gostei muito do seu blog.Sou uma pessoa que se interessa muito por textos e poemas.Fico feliz quendo encontro pessoas que compartilham essas ideias.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
  3. É verdade, o segredo do contentamente é acreditar na nossa capacidade de ser melhor, de fazer melhor, acreditar no amanhã, alimentar as esperanças, isso pra mim é o segredo do contentamento
    lindo seu texto... como todos os outros, sabe que sou fã do seu blog!!


    http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/
    sigo quem me segue e retribuo comentários

    ResponderExcluir
  4. As pessoas, quase sempre, atrelam o significado de felicidade ao prazer momentâneo. Esquece-se que é preciso fincar nossa esperança em coisas sólidas, concretas e perdurantes. Ótimo texto, Flávia!

    ResponderExcluir
  5. Viver é um exercícios constante,
    em assim sendo melhor que seja em contentamento
    e poesia,
    não é mesmo?
    Passa la no meu espaço.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  6. Que bom logo cedo ler um texto
    que acende a luz
    pra gente seguir.
    Te espero la no Espelhando onde pelo menos 3 boas postagens temos nesse dia de terça.Escolhe uma e comenta, hoje, terça; somos eu Catiaho, o silvioafonso e o Rodrigo.
    Sei que vai gostar.
    Te espero ja te seguindo aqui

    ResponderExcluir