quarta-feira, 3 de agosto de 2011

A primeira impressão







Penso que a primeira impressão não fica! Ao menos, não fica por muito tempo, ouuuu não deveria ficar. Porém há casos e casos, né? Determinadas pessoas são mesmo tão vazias quanto parecem à primeira vista.

Quem me conhece sabe que tenho umas coisas de "sentir" quando a pessoa não é muito legal, algo que chamo de intuição... Vez ou outra até acerto. Mas devo confessar que já dei o meu braço a torcer, admitindo que estava errada em julgar determinadas pessoas assim num primeiro momento.

Imagino que ao me conhecer, as pessoas pensem mil coisas, menos o que realmente sou, rs. No início de qualquer conversa ou relação, sou tímida, quieta, muito na minha. Pensam que sou antipática, da roça, menos que na verdade, me solto aos poucos, de acordo com o grau de intimidade.

Sendo assim, entendi que é muito bobo julgar alguém  numa primeira impressão. É bobo para a pessoa em questão, mas acima de tudo é uma bobagem com nós mesmos, pois corremos o risco de perder a oportunidade de conhecer de verdade uma grande pessoa. Experimentei abrir mão de pré-julgamentos e dei a mim mesma uma segunda chance. É o que há, indico!

2 comentários:

  1. Concordo contigo: a primeira impressão não fica, pré-julgamento cai ao chão com o passar dos dias,


    Bjkas

    ResponderExcluir
  2. Tenho a mesma opinião. As vezes essa "intuição" pode nos levar a formar um conceito sobre alguém sem sabermos absolutamente nada da pessoa, e como o ser humano é extremamente complexo, vai muito além do que mostra na primeira impressão. E convenhamos, o intrigante e interessante da vida reside justamente na diferença de cada pessoa, sendo cada ser humano um universo a parte. Parabéns pelo post e pelo blg. Já estou seguindo

    ResponderExcluir